• João Vitor Soares

Luz: Iluminação para retratos e selfies

Numa publicação recente, apresentei a vocês as principais características da luz, principalmente as características da luz natural. Mas o mais importante a notar foram essas duas qualidades básicas que a luz pode ter. Ela pode ser dura, caso a fonte luminosa seja compacta e distante como a luz do Sol, ou pode ser difusa, caso a fonte luminosa seja grande e próxima como as nuvens de num dia nublado.


Recentemente fiz dois ensaios onde pude recriar essas duas condições de luz em um ambiente controlado com uso de flashes e modificadores, uma infraestrutura que me fornece certa comodidade e independência para fotografar. Mas isso também não é nada além daquilo que uma boa janela pode ser capaz de fazer - fica a dica.


Foto: João Vitor Soares / Iluminação: Flash / Gabriel Araújo / Serra, Espírito Santo
Foto: João Vitor Soares / Iluminação: Flash / Priscila Gonçalves / Serra, Espírito Santo

Note a diferença entre a luz suave usada no retrato feminino, para uma luz dura usada no retrato masculino! Perceba a delicadeza com que a luz mais suave parece gentilmente tocar no rosto da minha modelo, Priscila, ao mesmo tempo em que há uma gradação muito suave da sombra até próximo do cabelo, essa é uma luz que reduz texturas indesejadas sem comprometer as formas, sem planificar a foto. E agora compare com a maneira que a luz mais dura atinge o rosto do meu amigo, Gabriel, dessa vez sim evidenciando ainda mais as formas do rosto, revelando mais textura e ressaltando a sensação de volume, sem falar contraste maravilhoso entre luz e sombra.


Aproveite as dicas e compartilhe com seus amigos apaixonados por fotos! E se você mora no Espírito Santo, na região da Grande Vitória, se inscreva no nosso formulário de ensaios e receba ofertas exclusivas para ensaios em estúdio. Sinta-se em casa!


Selfie espacial / Foto: Free-Photos, Pixabay

Produção fotográfica para gastronomia, retratos, moda, produtos e arquitetura.

 

Brave Studio.